Guialazer

Eu vou (0 Pessoas vão a este evento)

Por Sílvia Pereira

Guitarras, guitarras e mais guitarras... portuguesas. Ou "O Som da Saudade - A Cítara Portuguesa" mostrado através de mais de 50 exemplares que testemunham a diversidade e a evolução do instrumento desde o século XVIII.


Provêm de várias colecções públicas, como a do próprio Museu do Fado ou a do Museu Nacional da Música, e também privadas, como a de Pedro Caldeira Cabral. O músico e estudioso do instrumento – e defensor da sua renomeação para cítara portuguesa – é o curador da exposição.

Quem quiser saber mais pode marcar na agenda o dia 12 de Setembro: às 18h30, Cabral não só fala da guitarra portuguesa e responde a questões do público como põe "A Cítara em Diálogo" com a waldzither alemã, representada pela investigadora Martina Rosenberger.

A propósito de diálogos, no dia 4 do mesmo mês, às 19h, abre-se mais um capítulo das "Conversas de Museu", moderadas por Nuno Pacheco, desta vez com Carminho a ser convidada a partilhar o seu fado.