Guialazer

Eu vou (0 Pessoas vão a este evento)

Por PÚBLICO

Figuras coloridas, traços simples, bases "street". O estilo de Keith Haring (1958-1990) é reconhecido por todo o mundo, seja em museus, paisagens urbanas ou t-shirts. O artista norte-americano dinamitou fronteiras entre a cultura erudita e popular. Afirmou-se também enquanto activista, envolvendo-se em causas como a luta contra o racismo, as armas nucleares ou a sida (que o vitimou). Esta exposição, a primeira em Portugal desde a que esteve há 15 anos na Culturgest, reúne 17 obras com a sua assinatura.