Guialazer

Por Cláudia Alpendre Marques

Os cinquenta anos da primeira pegada humana no Mar da Tranquilidade são assinalados por todo o país, com eventos à altura da efeméride. A entrada é livre.


A 20 de Julho de 1969, o módulo lunar "Eagle" pousou na superfície da Lua. Integrado na missão espacial Apollo 11 da NASA, transportava Neil Armstrong e Buzz Aldrin, os primeiros homens a pisar o solo do satélite natural da Terra. A histórica alunagem foi há precisamente 50 anos e Portugal não falta às celebrações da data redonda.

Em Matosinhos, o Museu da Quinta de Santiago viaja "Da Terra à Lua: 50 anos depois", num serão com o astrónomo José Matos e Ana Pires, a primeira mulher cientista-astronauta portuguesa com diploma da NASA (às 22h).

O Museu Nacional da Imprensa, no Porto, inaugura "Homem na Lua", uma exposição de banda desenhada de Onofre Varela em torno da conquista espacial (às 18h).

No Centro Ciência Viva de Constância, a 26.ª Astrofesta traz música, exposições, palestras, observações astronómicas e "workshops" (até ao nascer do sol de domingo).

Em Lisboa, nos jardins do Palácio de Belém, há uma noite ao luar de mãos dadas com o Instituto de Astrofísica e Ciências do Espaço e com o Museu da Presidência da República. O programa inclui a sessão Ignite IAstro "Uma Corrida pelo Universo em Contrarrelógio", a visita ao museu (onde pode espreitar o registo da chegada à Lua na agenda pessoal do Presidente Américo Tomás), música e observação com telescópios (a partir das 21h).

O Pavilhão do Conhecimento junta-se à festa e recria o ambiente lunar para um acampamento com pernoita onde as crianças vão “viver como verdadeiros astronautas”. Para domingo, está agendada uma matiné com o filme biográfico "O Primeiro Homem na Lua", de Damien Chazelle, comentado por Rui Agostinho, do Observatório Astronómico de Lisboa (às 16h, inscrições em cienciaviva.pt).