Guialazer

Por Rita Pimenta

A história começa com uma interrogação: "Era uma vez dois amigos, um cão cor-de-laranja, um papagaio vermelho e uma árvore… branca?" E segue com um protesto e uma decisão: "Esqueceram-se de pintar a árvore! Este livro está estragado. O melhor é devolvê-lo."


Aconselhamos a que não o faça e que mergulhe, sem ideias feitas, no absurdo colorido e poético que Gonçalo Viana consegue criar neste "Troca-Tintas".

Numa tentativa de dar "o rumo certo" à história, escreve-se: "Vamos começar de novo. Era uma vez dois amigos, um cão cor-de-laranja e uma nuvem… verde?" Para se concluir: "Este ilustrador não é grande coisa!" O leitor não pode deixar de se divertir com este auto-insulto.

Haverá uma investigação sobre a troca de cores entre a nuvem e a árvore, mas cada um terá a sua teoria. A nossa preferida é a de uma nuvem "carregadinha de fruta".

Um alfaiate, sabendo que o mundo está "virado do avesso…", pede que se arrume a paisagem. Sem sucesso. Será que "as árvores e as nuvens têm ouvidos?"

É um livro alegre e que também nos vira do avesso, deixando-nos a pensar naquilo que damos por adquirido. Feliz a alternância de imagens entre o meio natural, com paisagens serenas, e o meio científico e tecnológico, com mecanismos sofisticados de investigação.

Gonçalo Viana é formado em Arquitectura, mas passou a dedicar-se à ilustração depois de viver muito tempo em Londres. Diz a editora que tem "uma capacidade singular para desconstruir realidades complexas". É verdade. A dedicatória do livro parece revelar o ponto de partida do autor: "Para a Adriana, que pinta os pais de todas as cores." Ainda bem.

Troca-Tintas
Texto e ilustração Gonçalo Viana
Direcção de Arte Rui Silva
Edição de texto Carla Oliveira
Revisão João Berhan
Edição Orfeu Negro
40 págs., 14€ 

________________ 

Mais Letras Pequenas... O Pastor de Ventos

Veja também... Letra Pequena, um blogue (quase sempre) sobre livros para crianças e jovens.